Qual o tecido ideal para a sua casa?

Não só você que precisa estar sempre bem-vestida para todos os momentos, a sua casa também precisa que sua decoração se mostre de forma agradável e acolhedora. Mas como escolher o melhor tecido decorativo, quando no mercado existem inúmeras composições de acabamento e diferentes formas de usá-los?
Vamos tentar mostrar como transformar aquele tecido decorativo em um poderoso aliado para a sua decoração.
Quando vemos uma pessoa extremamente bem-vestida, isso nos dá uma sensação agradável, conseguimos perceber os mínimos detalhes e as escolhas das combinações harmoniosas. Acredite, quando pensamos em nossa casa, temos que ter essa mesma imagem.
Não adianta nada escolher um tecido de seda pura se sua aplicação for destoante, ou ter aquele jacquard impressionante de grife se você não souber usá-lo a seu favor. É fato que antigamente as pessoas entendiam mais de tecidos, hoje em dia com o advento dos materiais prontos, as pessoas perderam um pouco do interesse, mas acredite escolher o tecido decorativo correto fará uma diferença maravilhosa na decoração de seu lar.
A ideia principal é que se conheça o universo dos tecidos decorativos de forma que o primeiro passo seja pensar no que se quer revestir.
Dessa forma podemos começar pelas almofadas. Esse item pode se utilizar um tecido fino, uma vez que seu forro será feito de um material mais resistente e muito mais encorpado, porém deve se lembrar que o tecido deve se apresentar de forma harmônica com o ambiente, indicando com solidez qual é o estilo do cômodo.
Por fim deve-se observar qual é o material que compõe o tecido, lembrando que entre as fibras naturais e sintéticas, não existem as melhores ou piores, mas sim as que são mais adequadas para as diferentes finalidades e as que apresentam maior resistência se pensarmos se o uso for para a área externa ou interna.

Classificação dos tecidos


Ratiers – apresentando um tramado simples e pano, com composição podendo ser uma mistura de materiais ou apenas um material. Neste grupo de tecidos podemos encontrar os de algodão, xadrez, panamá e lonita.Indicados principalmente para estofados, devem ter sua manutenção semanal, utilizando-se de aspirador de pó e escovação. Se necessário devem ser lavados a seco.
Jacquard – Compostos por fios entrelaçados, apresentando desenhos detalhados em alto e baixo-relevo. Um exemplo de jacquard é o gobelim e os tecidos adamascados. Utilizados para forrar cabeceiras, paredes ou colchas mais elaboradas. Sua manutenção deve ser semanal, utilizando-se um aspirador de pó e escova de cerdas macias. É aconselhado uma lavagem a seco.
Ratiers estruturados – São feitos da mesma forma que os ratiers, porém apresentam fios mais elaborados e compactos, apresentando uma maior resistência. Os tipos mais comuns de ratiers estruturados são os tecidos maquinetados, o gorgurão, sarja e o linho. Utilizados geralmente para forrar estofados de sofás e poltronas, mas alguns como gorgurão podem ser colocados nas paredes. A manutenção deve ser feita semanalmente utilizando um aspirador de pó e escovação. Se houver a necessidade de lavá-los é recomendado levá-los a uma lavanderia especializada.

Seja qual for o tecido que você pretenda utilizar lembre-se que sua casa merece o melhor, pois com uma casa aconchegante você se sentirá especial.

Parceiro - http://www.comprartecidosonline.com.br

Texto por Matheus Bertoluci
www.matheusbertoluci.com.br

0 comentários:

Postar um comentário